Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2008

Com o titulo em cima, hoje sinto-me um pouco ao regresso às origens! Hoje num site onde estou registada, li sobre as maças Bravo de Esmolfe e Malápio Fino, Malápio da Serra ou Pêro Pipoalápio Fino, ou simplesmente malápias , como lhes chamavam na terra quando ainda era criança. Estas maças autóctones da Beira Interior (segundo um trabalho do Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz ISCSEM ), em colaboração com outras entidade), são as mais indicadas para prevenir alguns cancros e doenças cardiovasculares.

 

Já passaram mais ou menos 15 anos desde a ultima vez que comi uma malápia . Está-me a dar uma saudade da infância , que até estou com a lágrima no canto do olho".

Sinto sempre muita saudade desse tempo. Pela inocência da idade e de quem já não se encontra entre nós.

 

A maça bravo de esmolfe , como muitas na época dela, e deixam um cheirinho na cozinha muito bom. A  destas variedades são muito lindas. São belas.

 

Mas à muito tempo que não oiço falar nas malápias , mas prometo quando for as compras vou procura-la.

Mas nenhuma fruta me está a dar tanta saudade como esta, porque será? Estados de Alma, talvez, nostalgia, recordações, sei lá ..  Mas insisto: Estados de Alma


Assim me sinto Saudade da infancia
música Sodade-Cesária Évora
tags:

publicado por 1000íris às 11:38 | link do post | comentar

7 comentários:
De maria mendonça a 5 de Fevereiro de 2008 às 21:30
Não conhecia esse nome malápias, mas se bem entendi são maçãs da Beira Interior, mas têm alguma coisa de especial em relação às outras?


De Anónimo a 12 de Novembro de 2008 às 19:16
O malápio, maça pequena, dura, mas muitos saborosa, que coheço desde infância. Ao ler outros comentários verifico que, como eu, é com saudade e carinho que todos o recordam.
Consegui comprar uma árvore no ano passado que plantei para os meus netos, que certamente nunca os verão à venda.


De 1000íris a 19 de Novembro de 2008 às 12:21
Tem razão, é com saudade que recordo "as malápias " como diziam na terra. É uma maça pequena dura e muito boa. Espero que a macieira tenha pegado bem e que já tenha dado alguma fruta, pois são deliciosas.

Eu nunca mais vi á venda mesmo nas grandes superfícies.
Tenho pena, vou-me consolando com as maças bravo de esmolfe que também são deliciosas.

Bem haja


De Julio Dinis Sousa a 29 de Janeiro de 2009 às 12:57
É com prazer que leio estes comentarios de pessoas que como eu sentem a saudade das coisas e das pessoas, que já não voltam. Estou a tentar recuperar essa saudade e este ano vou plantar arvores da minha infancia, que usufrui com prazer e recorodo com muita saudade dos meus entes queridos que me deram o melhor da minha vida, a minha infancia, vivida numa pequena quinta com 95% de autarcia, rodeado de matas e campos cultivados. E na Primavera e no Outono, que cheiros que nunca mais senti!!! Procuro recrear em parte da propriedade que herdei aquilo de que ainda sinto falta e quanto mais envelheço mais falta sinto a minha "infancia roubada", por este capitalismo selvagem, que espero esteja a "espernear" no ultimo sufoco. Que beleza era viver em harmonia com os animais e plantas e como se aprende com estes animais de quinta!!!


De 1000íris a 2 de Fevereiro de 2009 às 10:55
Quase um ano passado, desde que escrevi este meu post e realmente procurei estas maças e não encontrei.

Espero que consiga realizar os seus desejos e plantações, pois eu também gostava de ter uma quinta, com muitas vacas e muitas plantas.
Adoro o cheiro da terra, cada plantinha ou ervinha que nasce e como não tenho nenhuma quinta, vou me contentando com o meu jardim e a minha oliveirinha. Mas prometo que continuo a procurar por uma macieira destas: Malápias.
Boa semana


De David Dourado a 29 de Novembro de 2011 às 21:45
Também me deliciei com estas magníficas maças, durante a minha infância, em Almeida (Alma até Almeida). O meu avô tinha algumas macieiras malápios, fruta deliciosa e que usava sempre para melhorar o vinho, pois em todas as pipas introduzia meia dúzia destas maças. Imaginam o sabor deste vinho?
Para mim, que as recordo com saudade, pois já não as como há mais de 45 anos, os malápios ainda são melhores que as Bravo Esmofo.
Porque será que tudo que é nosso, genuíno e de qualidade superior, está a desaparecer? O nosso Ministério da Agricultura deveria estar mais atento a estas questões e ao "crime" que é acabar com estas coisa nossa e genuínas.
Já estou com "água na boca" só de pensar nas maças malápios...


De Timaneeel a 28 de Fevereiro de 2012 às 15:09
Infelizmente não conheço nenhuma dessas variedades, mas procuro uma que conheço por maça de São João ou maça de Santiago como me informaram. São umas maças de corpo achatado, pequeno e avermelhadas às manchas. Procuro quem consiga arranjar uma árvore ou enxerto desta variedade para não a deixar desaparecer por completo e claro para me deliciar com aquele paladar.
Obrigado


Comentar post

mais sobre mim
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Março
"Quando em Março ventoso, Abril sai chuvoso"
As minhas visitas
posts recentes

Feliz Páscoa

E porque hoje é Sexta...

Eu estou solidária...

.......

A sexta - feira 13...

E tinha razão...

Quase tudo ...

Resumo da semana ...

Eu odeio...

Resumo do fim de semana

arquivos

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Março 2007

tags

adega

agricultura

alfazema

amizade

aniversário

ano novo

apresentação

árvore

avisos

boas festas

bolbo

bolbos

bom ano

cancro

castanhas

coelho

coisas boas ....

conservação

descanso

doce

doenças

esperança

euromilhoes

ferias

festa

fim de semana

flor

flor de cacto

flores

frésias

frio

função pública

génio

herpes

horóscopo

imagem

inveja

jardim

jogos

lábios

melhor canção de amor

natal

natureza

novembro

par

páscoa

pessoas

plantas

plantas de interior

pouca sorte

prendas

presentes

prevenção

primavera

receita

regresso

renascer

s.martinho

saudade

sexta

sexta-feira 13

simpaticas

sina

sinais

solidariedade

sonhar

sorte

tempo

teoria

trabalho

tulipas

uva

uvas

vida

vindima

vinho

virose

todas as tags

favoritos

Rei Morto... Rei Posto!

links
Março
"Quando em Março ventoso, Abril sai chuvoso"
blogs SAPO
subscrever feeds